Em Xangai, Vhils prepara sua primeira exposição

O grafiteiro português Vhils, codinome de Alexandre Farto, está na China preparando sua primeira exposição. Sua forma de fazer arte é muito especial: ele esculpe grandes murais em uma técnica apelidada de “estencil invertido”.

Para fazer suas gravuras, ele utiliza ferramentas como ácido, alvejante industrial, spray e tinta de caneta, além de trabalhar em superfícies que vão da madeira ao metal. Camadas são a palavra chave para entender seu trabalho, de acordo com o próprio. Além disso, em entrevista ao Telegraph, afirmou que nunca tem e nem quer ter controle absoluto sobre o que faz: “Eu gosto do incerto e do inesperado”, declarou.

Aproveitando a passagem pelo país, ele se aventura em prédios abandonados e antigas áreas industriais, transformando paredes em rostos que surpreendem pela riqueza em detalhes.

Confira algumas das mais recentes:

Sua exposição terá início em 31 de março na 18 Gallery.

Gostou? Compartilhe: