Filmes com temática natalina que poucos conhecem (ou lembram)

filmes-de-natal

Quando se fala em filmes de Natal, alguns obrigatoriamente aparecem na lista. São os grandes clássicos, amados por todos e repetidos à exaustão.
Claro que a gente poderia dedicar um post para os ótimos “Esqueceram de Mim“, “Grinch” e “Gremlins” mas que tal pensarmos em longas diferentes para acompanhar a pipoca e o soninho no sofá na última semana do ano? Tem muitas jóias natalinas que merecem respeito e nem sempre são lembradas.

Pega o papel e anota aí:

“O Estranho Mundo de Jack”
Outro filme que mostra a visão perturbada de Tim Burton sobre o Natal. Aqui, Jack Skellington, morador da Cidade do Halloween, descobre um portal que dá entrada para a Cidade do Natal. Demora pouco tempo até que ele, e outros habitantes da sua macabra cidade, resolvam acabar com o espírito natalino. Trata-se de uma das melhores animações do cinema que deve ser assistida independente da data. Mas assistir nesta época dá um gostinho especial.

“Papai Noel às Avessas”
Nesta divertida comédia com pitadas de humor negro, Billy Bob Thornton interpreta um homem que se disfarça de Papai Noel para poder roubar lojas de departamento na véspera de natal. Mas a ideia começa a ir por água abaixo quando uma criança problemática e um segurança descobrem seu plano.

“A Bela e a Fera – O Natal encantado”
Não é à toa que o filme faturou um Oscar. É bem legal. Duvida? Todos no castelo estão com o espírito de Natal adormecido, principalmente a Fera e o piano Forte. Motivo pelo qual Bela quis mudar tudo isso. Destaque para a atuação da chatinha da Angelique – um enfeite natalino que “causa” por ali.

“Um herói de brinquedo”
Antes de se tornar governador da Califórnia, o ator Arnold Schwarzenegger deu uma de brasileiro e deixou para comprar o presente do filho na última hora. Só que não era qualquer presente; era o Turbo Man, o brinquedo mais irado do momento. Ele resolve que vai conseguir o boneco de qualquer jeito, porém tem que duelar com um carteiro malandro.

“Um Natal bom pra cachorro”
Se você tem um animal de estimação, não vai resistir ao filme. Os personagens da série “Todos Cães Merecem o Céu” pensavam que tudo ficaria bem no Natal do Flea Bite Café. Eles arrumaram presentes, enfeites pomposos e até um fundo de doação para Timmy, filhotinho que precisa de uma operação. Mas a alegria não significa nada para o malvado Carface, um bulldog valentão que não gosta de Natal. É aí que Charlie e Itchy entram na história para salvar a data e os amiguinhos. Legal pelo companheirismo da galera.

“Duro de Matar”
Este é um dos favoritos dos fãs de filmes de ação e, surpreendentemente, trata-se de um filme de Natal. Claro que não é reprisado nos especiais de fim de ano, mas é bom lembrar que se passa no Natal e tem diversas referências à festa. Fora o fato de que “Duro de Matar” é um filme importante para o gênero: estabeleceu normas que seriam seguidas vários anos depois.

“De Olhos Bem Fechados”
O último filme de Stanley Kubrick pode ser melhor lembrado por ser bem pouco familiar, já que contém diversas cenas de sexo e discussões abertas sobre o tema pelo casal protagonista, Tom Cruise e Nicole Kidman. Só que nem é preciso ser muito atento para perceber que a história se passa no Natal, contando até com árvores natalinas ao fundo em algumas cenas. Quem diria?

“A Vida de Brian”
O clássico dos Monty Python, para quem não se lembra, narra a vida de Brian, que não é Jesus, mas nasceu em uma manjedoura próxima. Foi até confundido e visitado pelos reis magos. A saga continua seguindo alguns paralelos com a vida de Cristo, o que gerou certa controvérsia no lançamento do filme, que foi acusado de blasfêmia. Mas a noite que inspirou o Natal está lá, por mais que a criança que nasce não seja Jesus Cristo.

“Um conto de Natal do Mickey”
Tio Patinhas atinge o auge de sua ganância e despreza bons sentimentos como amizade, amor e generosidade. Isso dura até uma véspera de Natal, quando o velho foi visitado pelos três espíritos natalinos, que provam um destino cruel para pessoas que só pensam em si próprias.

“A Felicidade não se compra”
Um clássico norte-americano conta a história de um anjo que mostra para um homem que tenta se suicidar como seria o mundo se ele nunca tivesse existido. Produzido e dirigido por Frank Zappa, é estrelado pelo inspiradíssimo James Stewart. O filme perfeito para aqueles que se sentem deprimidos na véspera de Natal.

Gostou? Compartilhe: