Lixeiros alemães transformam contêineres em câmeras pinhole

trashcam00

É interessante ver que mesmo com a possibilidade de fazer fotos bacanas apenas com uma câmera de iPhone e um filtro de Instagram, alguns buscam alternativas mais complicadas, analógicas e pictóricas para fotografar. A popularidade não apenas das Lomos, mas das câmeras pinhole são um bom exemplo disso. É possível construí-las com tipos infinitos de material: tanto utilizando papel fotográfico quanto filme, transformando caminhões ou caixinhas de fósforos em câmeras escuras.

Quem teve uma ideia incrível de plataforma para esse tipo de fotografia foi um grupo de lixeiros de Hamburgo, na Alemanha. Talvez pelo fato de que quem atua nessa profissão trabalha inevitavelmente nas ruas, e acaba percebendo detalhes inspiradores desse cenário, o grupo teve a criativa ideia de criar o Trashcam Project, transformando lixeiras de 1.100 litros em câmeras pinhole gigantes.

Os furos são feitos nos contêineres e dentro deles, onde a imagem é projetada, são inseridas folhas de papel fotográfico. Enquanto ajudam a manter a cidade limpa, eles registram seus lugares favoritos da cidade. Cada captura demora cerca de uma hora para ser concluída e a revelação é feita pelo fotógrafo Matthias Hewing, parceiro do projeto.

Beleza que sai da lixeira.

Gostou? Compartilhe: