Será que funcionam? – Parte 8

oralb01

Quem disse que apenas campanhas bem sucedidas ganham espaço aqui no blog? Aquelas que não são lá muito bem recebidas pelo público também merecem posts. O anúncio da Oral B. em questão, por exemplo, é três vezes decepcionante. Primeiro: à primeira vista, parece se tratar de uma brincadeira com o corretor automático do iPhone. Printscreens de suas correções inadequadas bombam na internet (vide o excelente Tumblr Damn You AutoCorrect) e, como cada vez mais a publicidade se apropria do que faz sucesso no mundo online, tratava-se de um bom gancho. Mas não. As mensagens estão todas corretas, sem erros ortográficas ou termos inadequados. Segundo: à segunda vista, eles demoram um pouco para serem compreendidos. Mostram trocas de mensagens, sem erros, entre pessoas que estão próximas uma da outra. Porque elas se falariam por mensagem? Entramos no terceiro ponto: por conta do mau hálito.

Alguém achou graça?

Gostou? Compartilhe: