Terry Richardson, um dos fotógrafos mais polêmicos da nossa geração

terry-richardson-foto1

Enquanto a maioria dos fotógrafos prefere se manter atrás das câmeras, o responsável pela sequencia de fotos incríveis que a gente mostra nesse post, Terry Richardson, também gosta de aparecer na frente das lentes.

Aos 46 anos, o artista (claro que dá pra chamar ele assim) nova-iorquino já fez trabalhos para grandes marcas, como Dolce &Gabanna, Gucci, Hugo Boss, e para revistas como Vogue, GQ, Harper’s Bazaar, Rolling Stone e Purple. Bem humorado, criativo e absolutamente transgressor, Terry consegue captar os melhores ângulos – e muitos que a gente sequer pensou em ver – de celebridades consagradas. Tudo isso utilizando apenas uma parede branca como pano de fundo.

Terry para Vogue

Terry para Rolling Stone

Terry para GQ

Aliás, a lista de famosos que já passaram por sua casa-estudio é extensa e navega em vários cenários. É gente da música, do cinema, da moda e por aí vai. Entre os clicados estão Lady Gaga, Jake Gyllenhaal, Mila Kunis, Lindsay Lohan, James Franco, as irmãs Elle e Dakota Fanning, as atrizes de Gossip Girl, Jared Leto, o rapper Kanye West, a top model britânica Kate Moss e até o recém reeleito presidente Barack Obama.

Mas qual o segredo para se tornar o grande queridinho das celebridades?

Seguindo o exemplo de Terry, sempre se manter fiel ao seu estilo. E claro, deixar todo mundo à vontade.
Não há quem que não queira tirar a roupa ou fazer uma pose sensual pras lentes de Terry. Sempre polêmicas, e sempre imperdíveis, as fotos de Terry são viciantes de tão francas, e engraçadas. E, mais do que isso, são cliques absolutamente naturais. Em 2007, quando passou pelo Brasil para fotografar o livro “Cidade Maravilhosa”, algumas personalidades brasileiras se deixaram levar pelo seu estilo ousado. Luiza Brunet e a filha Yasmin posaram em nu frontal, Fernanda Lima foi clicada em uma bela piscina, sem roupa, claro.

Egocentrismo ou não, Terry normalmente faz parte da composição de seus trabalhos. No “Cidade Maravilhosa”, algumas páginas são reservadas para fotos de si mesmo, noutras, no final de cada photoshoot em sua casa-estúdio, Terry aparece no maior clima de descontração e intimidade com quem está fotografando, uma estrela tanto atrás quanto na frente das câmeras.

E como todo bom fotógrafo que se preze, Terry também tem seus artistas favoritos. Lady Gaga lançou no final do ano passado o livro “Lady Gaga X Terry Richardson”, um registro de sua intimidade feito pelo fotógrafo, que a acompanhou ao longo dez meses em turnê. O livro – um baita item de colecionador – ilustra o que a gente não vê: Lady gaga em momentos íntimos do seu dia-a-dia, como malhando, fazendo Ioga, escovando os dentes, comendo, além de bastidores dos shows.

Mas nem só de famosos nus e sorridentes vive o trabalho do fotógrafo. Em um de seus trabalhos mais controversos, Terry clicou os últimos momentos de vida de sua mãe, Annie Lomax, de 74 anos, que estava internada já em fase terminal em uma clínica nos Estados Unidos.

Terry sempre deixou bem claro o forte apego que tinha pela mãe através de inúmeras fotos que publicadas em seu site pessoal. Se fosse um fotógrafo qualquer, com certeza as imagens teriam beirado o mau gosto. Mas como sempre, Terry conseguiu transparecer toda a sensibilidade e melancolia do momento, de uma forma única e igualmente grandiosa.

Curtiu? Para conhecer mais do trabalho de Terry Richardson, visite Terry’s Diary, blog pessoal atualizado quase que diariamente.

Gostou? Compartilhe: