Wando ganha homenagens póstumas (e criativas)

Wando, um maiores representantes do romântismo na música brasileira, colecionador de calcinhas e histórias de amor, apaixonado por mulheres e coisas do coração em geral, faleceu hoje em decorrência de problemas, vejam só, cardíacos. Aos 66 anos, o artista mineiro deixou, além de sucessos como “Gosto de Maçã”, “Moça” e “Coisa Cristalina”, uma legião de admiradores inconformados — e muitos deles lamentaram a perda nas redes sociais.

Além do mais famoso trecho de seu hit definitivo, “Fogo e Paixão” (Você é luz/ é raio estrela e luar/ manhã de sol/ meu iaiá/ meu ioiô), líder de compartilhamentos no Facebook, alguns se arriscaram a criar ilustrações em tributo ao artista. Por concordarmos que o mundo e a música ficam, de fato, menos deliciosamente melosos sem Wando, selecionamos e postamos alguma delas:

Viu ou fez alguma ilustração que não está aqui?

Gostou? Compartilhe: