Animação Couleur de Peau: Miel conta a infância do quadrinista coreano Jung

Animação Couleur de Peau: Miel conta a infância do quadrinista coreano Jung foto: reprodução

A França é um país conhecido por fazer animações realmente inovadoras e impressionantes. E o crescimento no número de filmes exibidos em festivais vem provando sua posição de destaque neste segmento. Além disso, a ousadia dá o toque especial às produções.

É assim com Couleur de Peau: Miel (Cor da Pele: Mel). O filme é uma animação autobiográfica com imagens documentais e animadas sobre a vida do coreano Jung Henin. A produção fílmica marca a volta do quadrinista Jung à Coréia do Sul pela primeira vez desde que foi abandonado aos cinco anos de idade; quando cerca de 200 mil crianças coreanas foram enviadas para diferentes países do mundo.

Nesta época, Jung foi acolhido por uma família belga e passou a viver com ela desde então. O documentário aborda a historia da infância de Jung, contando os momentos mais importantes dela, com muita emoção e senso de humor.

Dirigido por Laurent Boileau e Jung Henin, o filme é uma produção franco-belga de 2012 que mistura imagens de animação e documentário. A produção participou do Festival de Cinema de Bruxelas (2012) e do Festival de Animação de Annecy (2012). Este ano, foi ganhador da categoria melhor longa adulto no Festival Anima Mundi 2013.

Gostou? Compartilhe: