Artista de rua inglesa faz tributo à Amy Winehouse usando medicamentos

Artista cria retrato polêmico de Amy Winehouse feito de drogas foto: reprodução

Como se Amy Winehouse não tivesse sido controversa durante toda a sua carreira, os tributos realizados a cada ano de sua morte também seguem a mesma linha. Ontem, aliás, foi o aniversário de dois anos de seu falecimento.

Uma espécie de porta-retrato da cantora, feito totalmente com pílulas de drogas controladas foi revelado essa semana. A responsável? Miss Bugs, conhecida artista de rua de Londres.

A obra de arte poderosa usa centenas de medicamentos coloridos para formar o rosto de Amy. Batizada de “Stronger than Them”, o título faz referência a uma das mais belas músicas do primeiro álbum da cantora, “Stronger than me”. Uma canção que fala sobre uma mulher que deseja um homem que a cuide, simplesmente. Será que era isso que Amy sempre quis?

Um porta-voz de Miss Bugs disse que a artista optou por esperar um bom tempo depois da morte da cantora para que o trabalho, feito em cápsulas farmacêuticas moldadas em resina em madeira e alumínio, fosse realizado.

Ele acrescentou: “Nós queríamos fazer uma peça de Amy Winehouse na época em que ela morreu, mas não sentirmos que era certo naquele momento. As cápsulas simbolizam o lado problemático e destrutivo de Amy”.

No entanto, o fato de serem pílulas é das últimas coisas a serem consideradas. A obra é muito mais para mostrar a força, cor e complexidade de um trabalho tão minucioso que compõe a peça inteira. E que simboliza uma das – ou talvez a maior – cantora do século.

Não é a primeira vez que um artista usou drogas para retratar Amy Winehouse. Um mês depois de sua morte, o artista Jason Mecier criou um retrato dela feito de medicamentos e doces, ao lado de imagens similares de outras celebridades – vivos e mortos.

Gostou? Compartilhe: