Conheça a publicação que encantava os cubanos com pin-ups na capa

Carteles,_a_revista_cubana_que_utilizava_ilustrações_de_pin-ups_nas_capas

Pin-ups, nu artistico e futebol. Dá pra imaginar que isso fazia parte de uma das leituras diárias dos cubanos?
A revista Carteles existiu em Cuba de 1919 a 1960 (um ano após a tomada de poder da revolução comunista liderada por Fidel Castro) e chegou a ser considerada a melhor revista gráfica da ilha. Mensal até 1927 e, a partir daí, semanal, era uma publicação de variedades, concentrando-se principalmente no mundo dos espetáculos e em esportes como boxe e beisebol, os mais populares no país.

Além disso, também continha dicas de beleza, moda feminina e dedicava a página 17 exclusivamente para caráter publicitário, normalmente acompanhado de alguma beldade nua. Sua passagem de mensal para semanal e um aumento gradual do número de páginas foram resultado da crescente demanda por suas informações e expansão dos seus potenciais leitores.

As capas da Carteles não seguiam um tema específico, mas um recorrente era a ilustração com uma pin-up — quase sempre desenhada por um artista chamado Andrés.
Confira:

Para os que quiserem adquirir essas raridades, basta clicar aqui.

Gostou? Compartilhe: