Kowloon, a maior favela vertical do mundo

Kowloon, com 50 mil residentes, é  a maior favela vertical da história foto: reprodução

Através das fotos fascinantes de Greg Girard e Ian Lamboth, que ao longo de 5 anos dedicaram seu tempo a fotografar e documentar a vida em Kowloon, você poderá ter acesso a esse incrível lugar, que era situado em Hong Kong e chegou a ter mais de 50 mil habitantes, sem um governo próprio.

Kowloon era uma área densamente povoada e sem governo em Kowloon, Hong Kong. Originalmente uma fortaleza militar chinesa, a cidade murada se tornou um enclave após os Novos Territórios terem sido arrendados para o Reino Unido em 1898. Sua população aumentou drasticamente após a ocupação de Hong Kong pelo Império do Japão durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1987, a cidade murada tinha 33.000 residentes dentro de seu território de 0,3 km². De 1950 até a década de 1970, foi controlada por tríades e tinha altos índices de prostituição, jogos de azar e uso de drogas.

Em janeiro de 1987, o governo de Hong Kong anunciou planos para demolir a cidade. Depois de um árduo processo de despejo, a demolição começou em março de 1993 e foi concluída em abril de 1994. O Parque da cidade murada de Kowloon foi inaugurado em dezembro de 1995 e ocupa a área da antiga cidade murada. Alguns artefatos históricos do local, incluindo construções yamen e restos de seu portão sul, foram preservados. Foi considerada a maior favela vertical da história.

Impressionante.

Gostou? Compartilhe: