PhytoKinetic: um ônibus-horta que está chamando atenção na Espanha

Phyto-Kinetic-1024x682

Aparentemente, a desculpa de não ter mais espaço para praças nas grandes cidades não vai mais colar. Depois do designer Marco Antonio Castro ter criado o projeto Bus Roots, instalado na cidade de Nova York e que tem como objetivo plantar 35 acres de plantas suculentas nos tetos dos ônibus nova-iorquinos, agora a bola da vez é o PhytoKinetic, desenvolvido pelo paisagista Marc Grañén, na Espanha.

O PhytoKinetic utiliza uma espécie esponja delicada hidropônica, com sete centímetros de espessura, que reduz significativamente o peso total do telhado verde. A esponja tem o benefício adicional de ser totalmente maleável, o que a torna fácil de instalar em qualquer formato de teto de ônibus .

A condensação do sistema de ar condicionado do ônibus é armazenada e reciclada para regar o telhado. Quando o ar condicionado não é usado, o jardim pode ser regado manualmente. Bacana, hein?

O jardim móvel é projetado para criar bolsões de vegetação nas cidades, com o objetivo de dar uma bela melhorada no visual da cidade e fotossíntese para limpar o ar, segundo Grañén.
De acordo com a Agência Europeia do Ambiente, em 2010, mais de 3/4 da população da Espanha viveram expostos concentrações absurdas de poluentes em ambientes urbanos. Conceituado com base em informações como esta, o sistema Kinetic Phyto utiliza espaços que já existem, sobretudo telhados de ônibus da cidade para aumentar a quantidade de áreas verdes.

E o mais legal, já circula um protótipo que transporta turistas para parques de camping da cidade de Girona. Em Barcelona, uma empresa já manifestou interesse em patrocinar a sua frota de ônibus com este modelo de sistema purificador e sustentável.

No futuro não tão distante, Granen acredita que o seu projeto possa ajudar a melhorar a relação dos habitantes urbanos com a natureza, aliando espaços verdes junto com a infra-estrutura das cidades.

Curtiu?

Gostou? Compartilhe: