Tim Maia em 2 minutos: The Existential Adventures of Tim Maia

timmaia_luakabop

“O que nós temos de melhor no Brasil são a música, o futebol, o jogo do bicho, a batata doce e o baseado – temos que exportar isso. E ainda temos o Maguila, que vai matar o Mike Tyson. De susto, mas vai.” – Tim Maia

Lançada em outubro de 2012 com boas críticas da imprensa internacional, “The Existencial Soul of Tim Maia – Nobody Can Live Forever”, reunião dos sucessos do artista da gravadora do ex-Talking Heads David Byrne, teve um vídeo promocional divulgado no início do mês de dezembro.

Chamado de “The Existential Adventures of Tim Maia”, a animação mostra alguns fatos marcantes da vida do artista, como os atrasos, a fase racional, a relação com o mundo das drogas, todos narrados por Devendra Banhart, ícones [ícone] da música alternativa da nossa geração. No vídeo, o poeta Tim é descrito como o “homem que revolucionou a soul music no Brasil”, e “um dos maiores artistas soul de todos os tempos”. Os fatos foram inspirados na obra de Nelson Motta, a biografia “Vale Tudo”.

No ano em que o artista comemoraria 70 anos, a “Rolling Stone” americana relembrou sua obra e diz que a coletânea do artista funciona como uma “granada na alma”. A revista Spin disse que no Brasil ele é mais famoso por suas festas e envolvimento no mundo ilícito, o que “subestima sua singularidade”. E o New York Times considerou o artista que “adaptou a soul music para os gostos brasileiros”.

Fãs do músico ou não, vale uma espiada no vídeo:

Gostou? Compartilhe: