Tipografia feita com fezes de passarinhos. Estranho?

Fabrizio Lamoncha é o artista que criou uma impressora alimentada por fezes de pássaros para criar tipografias foto: reprodução

Curte tipografia? Se sim, já parou para pensar em utilizar excrementos de aves para cria-las? Pois é, não estamos loucos. Fabrizio Lamoncha é o artista espanhol que criou uma impressora “powered by” cocô de passarinho. A ideia resultou em uma interpretação bem incomum e ao mesmo tempo intrigante do alfabeto latino.

Usando uma espécie de gaiola modular, o artista é capaz de reorganizar o layout da mesma para formar diferentes formas. No caso, as letras do alfabeto. Um grupo de pássaros do sexo masculino são, em seguida, presos para começarem a suas atividades intestinais – digamos assim. Eles depositam seus resíduos em um rolo de papel estendido logo abaixo da gaiola, resultando em uma forma decidida pela configuração atual do objeto.

Confira:

Gostou? Compartilhe: