A matemática da natureza nos traços de Rafael Araújo

calculations-capa

Em meio a tantas ilustrações feitas pela tecnologia do computador, o impressionante fica por conta de traços manuais totalmente livres de efeitos e ajustes tecnológicos.

O ilustrador e arquiteto Rafael Araújo já possui notável destaque no ramo das artes na Venezuela. Mas sua proeza em desenhos matematicamente calculados vem chamando atenção. O traço em linhas retas e em perspectiva, comum aos arquitetos, impressiona ainda mais pela minúcia e precisão na hora de desenhar por cima (pasme!) algumas borboletas. E quem disse que elas não são geometricamente perfeitas para tal casamento?

Araújo prova que a matemática é a linguagem da natureza (não que fosse sua intenção) nesse ensaio intitulado “Calculations”. Ele já foi professor de geometria analítica e começou a fazer desenhos como o das borboletas aplicando a matemática nos traços. Ele cria grids um tanto complexos e desenha em cima da malha os lindos insetos voadores ou ainda incríveis conchas marinhas.

“Quando eu era jovem, comecei a desenhar perspectiva quase do nada. (…) Eu amava desenhos tridimensionais e gostava de descobrir maneiras de localizar pontos no espaço”, explica o artista.

Gostou? Compartilhe: