Arte de grandes nomes transformada em arquitetura, por Frederico Babina

Federico-Babina-serie-capa

A arquitetura já é uma arte por si só, combinada à ciência das estruturas. Por isso, sempre esteve bem acompanhada de escultores e pintores que contribuíram para o seu desenvolvimento histórico. A partir dessa constatação, o italiano Federico Babina foi além do pensamento. Ilustrador e também arquiteto, ele resolveu criar uma série de desenhos que retratasse como seriam edificações realizadas por grandes nomes das artes visuais de todos os tempos. Passando pela escultura, pela pintura e até mesmo pela streetart, ele reuniu nomes como Andy Warhol, Salvador Dalí, Picasso, Marcel Duchamp e muitos outros.

A série intitulada “Archist” apresenta 27 ilustrações nas quais Federico deu vazão a sua inspiração sobre como poderia parecer uma casa projetada por Dalí ou um museu projetado por Miró: “A escultura é como uma micro-arquitetura, a fachada pode ser como uma tela pintada e um edifício pode ser moldado pelas mãos de um escultor hábil”, comentou o arquiteto.

Entre algumas das obras mais conhecidas que influenciaram o projeto está o uso da linguagem de quadrinhos e de cores utilizado por Roy Lichtenstein em sua arte. Na versão arquitetônica, a abordagem do artista está aplicada no desenho de uma casa de estilo moderno, apoiada por palafitas.

Babina explora a relação simbiótica entre a arquitetura e a arte, e como elas interagem uma com a outra: “Arte e arquitetura são disciplinas que falam e levemente se tocam”, explica o autor.

Gostou? Compartilhe: