As marcas que já entraram em campo para a Copa do Mundo

As marcas que já entraram em campo para a Copa do Mundo / foto: reprodução

O ano recém começou, mas a movimentação das marcas para a Copa do Mundo já está a mil pelo Brasil. Seis meses antes de começar das 32 seleções chegarem às terras brazucas, as estratégias para ganhar visibilidade com o evento já são vistas nos comerciais.

Para ser um parceiro da seleção brasileira, o contrato é avaliado em R$ 23 milhões, segundo especialistas. Uma fábula que precisa ser convertida em outra fábula. Mas as marcas que não são patrocinadoras também querem tirar uma casquinha associando seus produtos à seleção e à Copa do Mundo. Para fazer valer os investimentos, as ações de marketing já entraram em campo e apresentam seus trabalhos. Veja:

Nike
Patrocinadora da CBF desde 1995, a Nike lançou o primeiro comercial para promover o apoio seleção brasileira na Copa do Mundo em dezembro. A campanha “Ouse Ser Brasileiro” tem como protagonistas cinco jogadores da equipe: Neymar, Thiago Silva, Paulinho, David Luiz e Bernard, alem de Felipão. Empresa não revelou os números do negocio, mas confirma que a iniciativa é o maior investimento publicitário da marca no Brasil até hoje. O vídeo é realmente empolgante:

Adidas
Parceira da FIFA desde 1970, a Adidas assina a Brazuca, a bola oficial da Copa de 2014. Para o lançamento d produto a marca divulgou um comercial estrelado por vários atletas no mesmo estilo Nike, com algumas tomadas do que seria o ponto de vista da bola. Segundo a marca, a produção da bola perfeita para jogo deu bastante trabalho: quase três anos de testes com 600 jogadores profissionais.

LG
Mesmo não podendo utilizar nenhuma das propriedades oficiais da FIFA e CBF, a LG investiu R$40 milhões em sua maior campanha institucional no país. Desenvolvida pela agência Y&R, “Sua Arena LG” é estrelada pelo cantor Seu Jorge em um videoclipe dirigido pelo cineasta americano Spike Lee. O vídeo já foi veiculado no YouTube e nas redes sociais, e vai ganhar uma versão para a TV.

Itaú
O Itaú é banco oficial da Copa do Mundo e da seleção e ainda renovou patrocínio com a CBF até 2022, período de Copa do Mundo da Rússia e do Qatar. O banco lançou o comercial “Grande Transformação”, no qual o Brasil vai se alterando geograficamente, enquanto é “abraçado” pelas estruturas de um estádio de futebol.

Visa
Parceira da FIFA desde 2007, a Visa tem lançou em dezembro uma campanha guiada pelo slogan “Todos são bem vindos”, em referência aos estrangeiros que virão ao Brasil para acompanhar o mundial. O comercial tem a participação dos ex-jogadores Paolo Rossi e Zinedine Zidane, pesados rivais da seleção edições anteriores para mostrar que todos inclui até mesmo os carrascos que ficaram na memória brasileira.

Brahma
Patrocinadora oficial da seleção brasileira desde 199, a marca já tem o futebol inserido em sua estratégia de marketing desde o ano passado. Depois da campanha “Imagina a Festa”, a marca preparou “O futebol está voltando pra casa”, produzindo comerciais que estréiam na segunda quinzena de janeiro e celebram o retorno da Copa ao Brasil.

Gostou? Compartilhe: