Documentário “Junho – O Mês que Abalou o Brasil”, de João Wainer retrata o momento histórico das manifestações no país

junho-joao-wainer-filme

Em meio aos acontecimentos da Copa, junho relembra as manifestações históricas do país acontecidas neste mesmo período no ano passado. De lá para cá, muita coisa mudou, outras nem tanto quanto gostaríamos, mas o registro de toda essa cena está no novo filme de João Wainer, Junho – O Mês que Abalou o Brasil.

O documentário mostra as manifestações contra o aumento da tarifa de transporte público, em São Paulo, virando uma massa heterogênea de mais de um milhão de pessoas com inúmeras reivindicações. E o filme está disponível via iTunes para mais de 80 países, incluindo EUA, Canadá e no Reino Unido. A estreia é mundial.

Segundo João Wainer a ideia do documentário surgiu na mesma época das manifestações. “A partir daquele momento começamos a filmar já pensando que aquilo poderia virar um filme. Depois de junho, durante o processo de edição, encontramos no Igor Kupstas, da O2 Play. Ele trouxe uma proposta inovadora, de lançar o filme no mesmo dia nos cinemas e no iTunes. ‘Junho’ será o primeiro filme brasileiro lançado nesse formato, o que se justifica pelo timing do lançamento. Vamos entrar em cartaz oitos dias antes da Copa e as ruas estarão fervendo nesse momento”.

Para quem está familiarizado com João Wainer, ele além de fotojornalista, já realizou outras produções cinematográficas. Lançado em 2009, o documentário Pixo reúne imagens sobre as ações dos pichadores em São Paulo. Tanto Pixo quanto Junho possuem uma pauta comum: o registro da revolta popular. Sobre o último, o diretor complementa: “No filme há vários depoimentos incríveis. A gente conta o que aconteceu e faz uma análise de opiniões distintas, sem fazer nenhuma conclusão”.

Assista ao trailer de Junho – O Mês que Abalou o Brasil:

Gostou? Compartilhe: