Gang lança campanha “Não vamos torcer pelo Brasil”

Gang lança campanha “Não vamos torcer pelo Brasil” / foto: reprodução

A poucos dias da Capa do Mundo, uma campanha audaciosa surge para apoiar a inconformidade dos brasileiros com as mazelas deixadas de lado para que investimentos fossem direcionados ao evento esportivo. Em um tom de protesto, as lojas Gang acabam de lançar a polêmica campanha com o mote “Não vamos torcer pelo Brasil”. A agência Bistrô assina o trabalho com o olhar contrário à Copa do Mundo.

“A ideia era mostrar um posicionamento diferente em relação à Copa e torcer por um público que a Gang tem o compromisso de entender e representar”, explica o diretor de criação da Bistrô, Gustavo Barletto. Segundo a agência, trata-se de uma bandeira “em favor dos brasileiros”.

Gabriel Besnos, sócio-diretor da Bistrô, diz que a marca tem a tradição de estar atenta aos movimentos sociais e se posicionar a respeito. “Nesse novo momento da marca, em que passa a assinar ‘a loja que me entende’, acreditamos que é importante manter características que sempre estiveram no DNA da Gang, só que adaptadas a uma nova realidade, a um novo mundo”, afirma.

O cartaz da campanha já estampa as lojas e anúncios da marca.

Gostou? Compartilhe: