No centenário de seu nascimento, um pouco de Iberê Camargo

ibere-camargo

Iberê Bassani de Camargo nasceu em 18 de novembro de 1914, em Restinga Seca, pequeno distrito do município de Santo Ângelo, no Rio Grande do Sul. O mestre da pintura completaria 100 anos hoje. Iberê iniciou seus estudos na Escola de Artes e Ofícios de Santa Maria. No Rio de Janeiro, estudou pintura na Escola nacional de belas artes. Lá foi onde tudo começou. a insatisfação com os métodos adotados levou Iberê e outros artistas a fundar o “Grupo Guignard”.

Melancólico, o artista sempre sentiu condenado a pintar. Para ele, era uma forma de adiar a morte. “O drama, trago-o na alma“, dizia. Com uma tela para pintar, Iberê dava pinceladas, afastando-se de vez em quando para observar e avançando novamente para soltar outras camadas de tinta, misturando cores, modelando formas até raspando tudo com uma espátula. Nessa atividade passional e violenta, chegava a rasgar o quadro e tinha que começar tudo outra vez. “Nunca toquei a vida com a ponta dos dedos. No fundo, um quadro para mim é um gesto, o último gesto”, declarou certa vez.

Iberê Camargo foi uma grande referência para a arte gaúcha e brasileira em geral. Por isso, em seu centenário, ele recebe uma justa homenagem de celebração. A exposição Iberê Camargo: Século 21 inaugura na Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre, nesta terça-feira (18/11) e abre ao público geral na quarta, apresentando obras do homenageado em diálogos com trabalhos de 19 artistas contemporâneos. Entre eles, Angelo Venosa, Arthur Lescher, Carlos Fajardo, Daniel Acosta, Gil Vicente, Karin Lambrecht, Lenir de Miranda, Regina Silveira e Rodrigo Andrade. Serão, ao todo, 33 pinturas, seis gravuras e 30 desenhos de Iberê ao lado de 21 obras dos convidados. A programação de dos 100 anos também conta com uma série de atividades, com destaque para exposições na Itália em 2015, o início de um plano de divulgação internacional. De lá, as obras de Iberê provavelmente vão chegar à Alemanha e a Portugal. O vídeo abaixo ilustra o processo criativo de Iberê Camargo:

Confira mais obras:

 

Gostou? Compartilhe: