O lado misterioso dos ambientes abandonados, pelas lentes de Niki Feijen

Niki-Feijen-c

Já falamos por aqui sobre um apartamento sensacional encontrado depois de setenta anos abandonado. O teor dos ambientes, tirando o mofo e a sujeira, chega a espantar pela disposição das coisas como foram deixadas e pela própria decoração antiga. Intactos, os aposentos dos locais abandonados nos passam a estranha impressão de que cada canto esquecido ainda está à espera da volta dos donos.

Apaixonado pela exploração urbana e em busca deste contexto, o fotógrafo holandês Niki Feijen realizou uma série de fotos sobre lugares abandonados pela Europa. O ensaio Disciple of Decay (Discípulo da Decadência) é uma reunião de prédios, casas e igrejas que foram deixadas para trás assim de repente, seja devido à morte dos donos ou pelo simples abandono por razões desconhecidas.

No ensaio, o sinistro e o mistério dominam os espaços, revelando o lado mórbido e fantasmagórico dos lugares vazios e envelhecidos. Em alguns deles, vegetais e animais chegam a povoar o local por muito tempo. A quem tem a oportunidade de visitá-los, resta apenas imaginar como já foram estes ambientes e as tantas histórias que guardam, empoeiradas junto com os móveis.

Gostou? Compartilhe: