O mundo visto de dentro da boca, por Justin Quinell

camera-boca-c

O britânico Justin Quinell sempre foi fascinado por fotografia e igualmente viciado em pinholes (uma máquina fotográfica sem lente).  Sempre envolvido com imagens, um belo dia, ele teve uma ideia bem diferente com seu material: colocar uma câmera dentro de sua boca e fotografar tudo o que tivesse à sua volta. A perspectiva bem inusitada das fotografias que sairiam dessa experiência foi o fomento para a estranheza do mundo visto desde dentro do corpo.

A ideia surgiu depois de ele ter fabricado uma câmera com o intuito de que ela não fosse facilmente destrutível. Justin começou a desenvolvê-la e teve o insight de colocá-la na sua boca logo em seguida. “Eu originalmente inventei a câmera para sua indestrutibilidade, jogando-a de edifícios e outras experiências assim. Depois de alguns meses usando desta forma, por algum motivo eu empurrei-a em minha boca.” Para isso, fabricou um pinhole, colocando uma folha de alumínio sobre um pequeno buraco de um quinto de milímetro de largura de um cartucho de filme. A partir de então, Justin Quinnell tem sido capaz de tirar fotos diretamente de dentro de sua boca.

Para conseguir as melhores fotos do “mundo” exterior, Justin se mantém, às vezes, por mais tempo com a boca aberta na frente de sua meta por até um minuto, para conseguir o resultado de exposição do filme. Quinnell  atualmenteapresenta sua nova técnica intitulada “Awfulogrammes”, que esta sendo exposta em Bristol nos últimos meses. O projeto inclui ainda viagens pelo Reino Unido para mostrar o trabalho.

Gostou? Compartilhe: