Surrealismo obscuro nas ilustrações de Matthias Seifarth

Surrealismo obscuro nas ilustrações de Matthias Seifarth / foto: reprodução

A mente é um lugar ainda desconhecido onde residem os pensamentos bizarros e perturbadores de todos nós. Apenas não os revelamos. Mas trabalho do ilustrador alemão é o desenho, traço a traço, do que pode sair da mente das pessoas “normais” que somos.

As ilustrações sinistras de Matthias Seifarth apresentam uma interessante combinção entre o assustador e o cômico: o grotesco misturado a uma dose bem-humorada. Matthias começa seus desenhos utilizando grafite sobre papel, adiciona as cores depois, digitalmente. Sua paleta suave de tons pastéis destacam os pontos obscuros do seu trabalho.

O artista já trabalhou para revistas como a Rolling Stone e a Indie Magazine. Atualmente, ele atua como artista gráfico e ilustrador e já fez capas de álbuns de vários artistas como Arcade Fire e Banda Horses, por exemplo. Matthias destaca o seu trabalho na área editorial confirmando favoritismo por ele: “Quero que seja uma ajuda fundamental para músicos e editores se destacarem no meio”, observa.

Algumas de suas ilustrações perturbadoras retratam animais com comportamentos humanos e personagens saídas de um filme assustador sobre zumbis ou vampiros. Sobre Wilma Flinstone e Betty Boop envelhecidas, Matthias argumenta da forma mais coerente possível: “Cresci vendo esses desenhos, então nada mais justo que desenhá-los com a aparência de todos esses anos que passaram”. Não é que faz todo o sentido?

Gostou? Compartilhe: