Christopher Lee: a lenda que fica

Foto Divulgação

Para fazer parte do elenco de filmes como “Frankenstein” e “Drácula” (nos quais foi protagonista) e da saga “O Senhor dos Anéis” (onde viveu o Saruman), tem que ser MUITO mestre. E ele foi. Infelizmente, Christopher Lee deixou esse mundo domingo passado, 7/6, aos 93 anos, por insuficiência respiratória.

Mas como toda lenda de sucesso, o melhor é relembrá-la. O artista também trabalhou em “Gremlins 2”, “Loucademia de Polícia 7: Missão Moscou”, na refilmagem de “A Fantástica Fábrica de Chocolate” – dirigida por Tim Burton – e em “O Hobbit”.

O ator fez ainda “Capitão América 2”, “1941”, “Guerra nas Estrelas”, “Moisés”, “Alice no País das Maravilhas” e “A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça”. Além de dar voz a personagens de longas como “A Noiva Cadáver”.

E para ficar ainda mais incrível, em maio do ano passado ele lançou um álbum de heavy metal, o “Metal Knight”.

Ídolos como Christopher Lee fazem falta para inspirar um mundo cada vez mais carente de pessoas sensacionais. O lado bom é que ele ficou eternizado em cada um dos seus filmes.

Gostou? Compartilhe: