Esculturas ganham vida na beira do mar

strandbeets

Esculturas na praia todos nós já vimos, nem que fosse aquele castelinho mais detalhado que algum entediado na beira do mar resolveu fazer. Aqui, o artista em questão, além de realizar esculturas realmente complexas e gigantes, consegue fazer elas passearem sozinhas pela orla.

Se algum dia você resolver visitar o litoral holandês, pode ser que se depare com alguma obra do escultor cinético Theo Jansen. Ele constrói grandes esculturas que se movem a partir da energia do vento. Suas criações são esqueletos chamados “Strandbeests”, projetados para permanecer na praia e viver da brisa do mar.

Criadas a partir de tubos de plástico simples e sem a ajuda de aparelhos eletrônicos, as criaturas produzidas por Jansen são compostas por mecanismos capazes de detectar a presença da água, para que possam desviar do mar sempre que necessário.

Além de utilizar plásticos, garrafas pet, bombas e válvulas associando-os ao manejo inteligente da pressão do ar, Jansen conseguiu fazer com que suas criaturas ficassem com estruturas semelhantes a músculos, nervos e até mesmo uma espécie de cérebro analógico capaz de reagir ao ambiente. Confira as estruturas se movendo no vídeo abaixo:

Gostou? Compartilhe: