Lowsumerism, devagar para conscientizar

lowsumerism-825x355

Já pensou em como consumir daqui pra frente? Os formatos estão mudando e a consciência mundial avançando, já que, como está, não dá mais. A publicidade pegou carona em produtos como “selo verde” ou economia compartilhada como é o caso do Airbn e do Uber. Mas será que isso já é o bastante?

Voltando um pouco na história e observando a linha do tempo do consumo, nos damos conta: como fomos parar aqui?

Antigamente, nós comprávamos algo para satisfazer uma necessidade, mas agora estamos vivendo numa cultura que transformou tudo em excesso. Esse vídeo da Box1824, empresa de pesquisa especializada em tendências de comportamento, mostra a evolução do consumo ao longo dos últimos séculos e para onde estamos caminhando.

 

Foi de 2010 pra cá que começou a se popularizar o termo “economia compartilhada”, uma nova ideia de consumo que prioriza o acesso em vez da posse. Mas na verdade, a economia compartilhada não diminui nosso apetite de consumo, ela apenas reduz a posse. Então entra o movimento lowsumerism, que conscientiza a partir de perguntas básicas: realmente precisamos disso? Podemos pagar por isso? Ou apenas queremos nos sentir incluídos ou afirmar nossa personalidade? Sabemos a origem desse produto e para onde vai depois que o descartamos? Não estamos sendo iludidos pela propaganda? E, principalmente, qual é o impacto que esse produto causa no meio ambiente?

E você, o que acha desse movimento?

Gostou? Compartilhe: