O documentário da Amy estreiou!

Amy Documentário - Divulgação

No primeiro final de semana do mês de julho, os ingleses puderam, finalmente, matar um pouco da saudade de Amy Winehouse. As 133 salas de cinema que exibiram “Amy” lotaram na sua estreia.  O filme de Asif Kapadia, também diretor de “Senna”, ainda ganhou um recorde: melhor lançamento de documentário britânico da história. Com £519 mil arrecadadas, a produção ocupa também o segundo lugar no topo das melhores estreias de documentários  na terra da Rainha. Só perde para Fahrenheit 9/11, de Michael Moore, que conseguiu £1,3 milhões no primeiro fim de semana e é o líder absoluto do ranking.

Enquanto “Amy” arrebatou a crítica em Cannes, também acabou desagradando a família da cantora, que comentou à imprensa que o longa “faz um desserviço contra os indivíduos e seus familiares que estão sofrendo da complicada aflição do vício”. Mitch Winehouse, um dos personagens mais polêmicos na vida de Amy, aproveitou o lançamento para anunciar que está produzindo um documentário alternativo junto com Reg Traviss, ex-noivo da filha.

“Vamos convidar todos que falaram no outro filme, mas não vamos editá-los – como fizeram com meu depoimento. Vamos mostrar a verdade sobre a vida de Amy, coisa que esse filme não faz.”, falou Mitch ao ITV.

“Amy”também mandou muito nos Estados Unidos, onde conseguiu US$ 222 mil em apenas seis salas. O documentário ainda não tem previsão de lançamento no Brasil, então por enquanto dá uma olhada no trailer pra dar um gostinho.

 

Gostou? Compartilhe: