Ser velho e ser jovem em três atos

Ser velho e ser jovem em três atos_imagem divulgação

A cineasta Lucia Murat – diretora de A Memória Que me Contam e Quase Dois Irmãos – nos mostra no filme Em Três Atos a trajetória da juventude para a velhice, assim como uma profunda reflexão sobre esses dois estágios da vida. O longa é baseado em textos de Simone de Beauvoir, destacando números de dança contemporânea e estruturado em forma de ensaio poético.

Os textos de Beauvoir – que foram inspirados em entrevistas da autora, nos livros A velhice e Uma morte muito doce, em que ela abordou a morte de sua mãe – são interpretados pelas atrizes Nathalia Timber e Andrea Beltrão.

A dançarina contemporânea Angel Vianna, que atualmente tem 85 anos, participa do filme ao lado de sua ex-aluna e atualmente professora de ballet clássico, Maria Alice Poppe. As duas dançam juntas a coreografia assinada pelo bailarino João Saldanha.

Assista ao trailer do filme:

Em Três Atos está previsto para estrear nos cinemas no dia 10 de dezembro.

Gostou? Compartilhe: